O que é um produto biodegradável?

Sabe quais são as vantagens de produtos biodegradáveis!
O que é um produto biodegradável?
Todo o produto ou substância tem a propriedade de reintegrar-se de novo nos elementos químicos que o compõem. Demora mais ou menos tempo, todos os produtos têm a sua hora contada e uma das maneiras é a biodegradação. Isto é a substância se decompõem através da ação dos organismos vivos, favorecendo de uma forma positiva sobre o meio ambiente.

Tipos de degradação

Degradação aeróbica: É a degradação que ocorre em contacto com o oxigénio diatómico – que constitui 20,8% do volume da atmosfera terrestre – e refere-se não só aos organismos que podem viver em contacto com o oxigénio, mas também ao processo de metabolismo aeróbico e ao ambiente em que este se origina. Outro tipo seria o microaerofílico, onde é com níveis muito baixos de oxigénio.
Degradação anaeróbica: Em contraste com a degradação aeróbica, este tipo ocorre quando não é utilizado oxigénio para decomposição. Se o aceitador final for uma molécula orgânica refere-se ao metabolismo fermentativo, mas se for uma molécula inorgânica está será referida como respiração anaeróbica.

Efeitos negativos dos produtos não-biodegradáveis

Existem muitos efeitos negativos destes produtos, pois demoram tanto tempo a decompor-se que o excesso nos aterros causa uma multiplicidade de problemas, desde o paisagismo à degradação do ecossistema da área, à qualidade da água, do solo e do ar.
O excesso destes produtos tem repercussões nos seres humanos, animais e plantas, bem como na redução da qualidade da água que bebemos, na morte das espécies por envenenamento, na contaminação do ar que respiramos, na destruição do ecossistema das espécies vegetais, etc.

Vantagens dos produtos biodegradáveis

Estes produtos têm um menor impacto ecológico, visto que podem ser decompostos pela natureza de forma relativamente rápida. São mais fáceis e mais baratos de reciclar, pois, certos produtos químicos não são necessários no processo de reciclagem. Um exemplo de tais produtos biodegradáveis são os bioplásticos.

Bioplásticos

Os bioplásticos tornam-se cada vez mais difundidos, desde os simples sacos de lixo, até aos materiais compósitos para automóveis, e certas aplicações médicas. Os bioplásticos são uma classe de plásticos sintetizados a partir de elementos vegetais –tais como milho, óleo de soja ou amido de batata – em oposição aos plásticos mais tradicionais feitos de petróleo, uma fonte fóssil muito difícil de degradar naturalmente e que, mais cedo ou mais tarde, ficará sem reservas.
Ao contrário dos bioplásticos, os plásticos convencionais permanecem no ecossistema durante séculos, com os riscos que isso implica: entupir esgotos, matar animais, poluir oceanos, etc. Atualmente, a sociedade tem uma série de práticas para lidar com estes resíduos, tais como a incineração ou a reciclagem; contudo, a combustão destes plásticos produz gases nocivos e a reciclagem, embora vital, é insuficiente e muito dispendiosa.
Embora a fabricação de bioplásticos seja ainda muito limitada, o seu custo não é competitivo e o material se decompõe num prazo muito curto, o seu futuro é muito promissor. Especialmente porque as características dos bioplásticos tornam-se cada vez mais semelhantes aos seus equivalentes de polietileno, e as reservas de petróleo continuam a diminuir à medida que o preço do petróleo continua a subir. Por conseguinte, vale a pena investir cada vez mais nestes plásticos biodegradáveis.
Em conclusão, mesmo que a sua produção ainda não seja competitiva, advogar por um uso cada vez mais instaurado de produtos e materiais biodegradáveis é muito importante para a proteção do meio ambiente, para a saúde e bem-estar de todos os seus habitantes.