Como contratar electricidade para uma casa?

Contratar energia dentro de um mercado livre —cheio de marqueteiros e tarifas— é muito parecido com adquirir um celular: tem uma série de empresas e dentro de cada uma centenas de modelos. O bom é que, para encontrar nossa tarifa ideal, contamos com a valiosa ajuda dos comparadores.

Primeiros passos

Antes de começar a procurar a melhor tarifa e contratar energia elétrica para a sua casa, a primeira coisa que deve fazer é certificar-se de que a sua nova casa ainda não tem uma fonte de alimentação. Se for esse o caso, o que deve fazer é realizar uma mudança de proprietário (/faqs/otras-dudas-frecuentes/) ou mesmo uma empresa.
Também é importante que, antes de entrar em contacto com um comerciante para contratar eletricidade, verifique se a sua casa tem a instalação e a conexão elétrica feitas corretamente.

O valor de um comparador

É hora de começar a trabalhar, mas isso significa que temos que ir olhar uma a uma as tarifas de todos os comerciantes disponíveis no mercado portugês para contratar eletricidade? Como posso saber qual taxa é a certa para mim e qual não é? Nem todos somos especialistas em energia.
Não se preocupe, a Internet tem a solução: comparadores leves.
Esses comparadores são ferramentas online que —por redundância— comparam e filtram gratuitamente todas as taxas de centenas de profissionais de marketing para mostrar as que melhor atendem às suas necessidades e, ao mesmo tempo, garantem a máxima economia na hora de contratar.
Mas que valores os comparadores assumem para escolher as melhores opções? É simples. Para isso, deve inserir uma série de informações como o consumo anual aproximado de energia elétrica, a energia elétrica escolhida, os metros quadrados do imóvel e o número de habitantes.
Ao contratar energia elétrica, para escolher nossa tarifa entre as opções oferecidas pelo comparador, é muito importante olhar não apenas o preço ou o desconto, as condições do contrato de tarifa também são muito importantes. Ao levar tudo isso em conta, se já optamos por um modelo e um comerciante, o que vem a seguir?

O que eu preciso?

Chegou a hora de entrar em contacto com o comerciante para contratar eletricidade, mas precisaremos de uma série de documentos. Se quisermos que todo o processo seja o mais rápido possível, será melhor tê-los com antecedência.
Para contratar a eletricidade precisamos de:

  • Os dados do titular da tarifa de eletricidade —nome, sobrenome e cópia do DNI—.
  • O endereço do imóvel onde a luz será fornecida.
  • A conta bancária onde serão efetuados os débitos diretos.
  • A potência elétrica escolhida.
  • O CUPS —Código de Ponto de Fornecimento Universal—.
  • O boletim elétrico - deve ser solicitado novamente ao distribuidor caso a casa não o tenha ou tenha mais de 20 anos.

Assim que entregarmos todos esses documentos, se tudo estiver correto, poderemos contratar energia elétrica e usufruí-la em nossa casa após cerca de 5 ou 7 dias úteis.
A contratação de energia elétrica com um comerciante não tem custo monetário per se; no entanto, teremos que pagar uma série de direitos ao distribuidor em nossa primeira fatura:

  • Direito de extensão —17,37 € / kW + IVA -.
  • Direito de acesso —19,70 € / kW + IVA—.
  • Entrada - 9,04€ + IVA.

Com tudo isso em mente, o convidamos a entrar em contacto connosco. Caso ainda tenha alguma dúvida sobre como contratar eletricidade, nossos especialistas terão prazer em ajudá-lo.

Quero saber mais sobre as tarifas da Nabalia Energía

Vá para o WhatsApp